Tudo que você precisa saber sobre slackline

Saiba a origem verdadeira do slackline, quais modalidades existem, quais são os benefícios adquiridos por seus praticantes e muito mais!

Amigos e amigas, muito bem vindos a mais uma publicação aqui no blog da TD. Hoje vamos contar muita coisa interessante sobre a prática do slackline!

Esse esporte vem ganhando cada dia mais adeptos ao redor do planeta e hoje vamos ver qual é a pira do pessoal.

História do Slackline

Talvez você já tenha visto por aí uma história de que o slackline surgiu nos anos 80, com a prática de equilíbrio sobre cordas que escaladores faziam enquanto estavam acampando.

Pode ser que essa realmente tenha sido a forma que o slackline nasceu da forma como conhecemos hoje, mas o ser humano gosta de se equilibrar em cordas faz tempo!

Apresentamos a você Ivy Baldwin, um figura que marcou a história dos Estados Unidos em 1907, ao atravessar duas torres de 200 metros de extensão a 180 metros de altura se equilibrando em um cabo de aço.

Na verdade, se você der um Google no nome dele vai encontrar várias imagens históricas que comprovam as suas habilidades na prática do equilíbrio sobre cordas.

Slackline no circo

A prática de Ivy deu origem à prática da corda bamba nos circos:

Daí sim, depois de tudo isso, nos anos 80, nossos amigos alpinistas e escaladores deram início a prática da forma como conhecemos hoje. Pode-se dizer que o slackline é uma evolução da corda bamba, pois ao invés de utilizarmos uma corda que é pouco anatômica para os pés, utiliza-se uma fita em que o praticante tem maior área de equilíbrio para os pés.

Modalidades de Slackline

Como você deve imaginar, o slackline evoluiu bastante desde os anos 80 e ganhou muitos adeptos. E quanto mais amigos a gente chama, mais formas diferentes de praticar aparecem.

Hoje existem 7 modalidades diferentes para a prática do slackline, por enquanto.

Parece que tem para todos os gostos, mas nada impede que novas modalidades sejam criadas por novos praticantes. Hoje as que temos são:

  • Slackline. A fita é montada em curtas distancias entre 05 e 10 metros. O praticante se equilibra sobre o Slack com diferentes tensões. Essa diferença na tensão e comprimento permite diversas possibilidades de execução.
  • Trickline. Tem como objetivo a execução de manobras de equilíbrio dinâmico. São utilizadas fitas colocadas a partir de 60 cm de altura que dão a impulsão necessária para realizar as manobras. Permite a realização de manobras de saltos e equilíbrio extremo, exigindo bastante preparo físico e treino.

  • Longline. Realizada perto do chão, objetivo é desafiar distâncias cada vez maiores, de 20 metros no mínimo utilizando fitas tubulares especificas de 25 mm. Caso contrário, a fita não terá o balanço tão admirado pelos praticantes desta modalidade.

  • Highline. A modalidade mais radical do Slackline, com travessias feitas acima de 5 metros de altura em locais como prédios e montanhas. Recomenda-se que o atleta possua além de uma experiência em slackline avançada, conhecimentos de escalada e domínio dos equipamentos.

Outras modalidades de Slackline

  • Waterline. É a pratica sobre as águas, piscinas, rios ou praias. É definida como a mais descontraída das modalidades uma vez que não se utilizam quase cabos de aço devido suas quedas não oferecem riscos. Permite a realização de manobras.

  • Baseline. Restrita somente ao público pára-quedista trata-se de uma variação do highline, porém sem o cinto de segurança com alças para as pernas (baudrier). O praticante se equipa com o paraquedas nas costas e caso caia da fita o mesmo é acionado.

  • Shortline. Trata-se da modalidade mais segura, já que a fita é colocada em nível baixo e com as ancoragens próximas. Além disso, é a mais indicada para iniciantes, juntamente com o Trickline por não exigir maiores esforços e habilidades especificas em relação às outras modalidades.

FONTE

Benefícios do slackline

Como toda atividade física, o slackline traz inúmeros benefícios para seus praticantes. Tanto a evolução física quanto a mental são notáveis nas primeiras sessões de treino. Entre os benefícios mais comuns podemos destacar:

  • Melhoria no equilíbrio: o mais óbvio de todos porém o mais desafiador. Manter o equilíbrio durante a prática do slackline é o que todos os praticantes têm como objetivo. Os treinos auxiliam a desenvolver e fortalecer essa habilidade, que consequentemente trará outros benefícios para você;
  • Postura: para que a prática do slackline seja executada da maneira correta, é fundamental que o praticante desenvolva a postura perfeita para chegar ao equilíbrio. Logo, aquela má postura causada pelo trabalho ou hábitos ruins pode ser curada com diversão e uma pitada de desafios nos treinos de slackline
  • Concentração e foco
  • Estímulo a novas capacidades cognitivas
  • Fortalecimento muscular

Resumindo: slackline é tudo de bom!

Se você está buscando aprimorar sua prática no slackline ou buscando uma nova atividade física, fique focado em aprender a não desista aos primeiros erros.

Habilidades específicas como as que são necessárias para uma boa prática de slackline se aperfeiçoam com o tempo.

Além de tudo isso, é uma ótima forma de reunir os amigos no parque e curtir um dia bem TwoDogs!

logo-twodogs-s-w

(41) 3046-0337

Newsletter

Downloads

© Copyright 2016 - Two Dogs | Desenvolvido por Fresh Lab Agência Digital