Impactos da Pandemia para a Mobilidade Sustentável

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O medo, causado pela pandemia da COVID-19 neste ano, alterou a rotina de todos. Uma movimentação global de isolamento, sugeriu a tag “stay home” ou “fique em casa” para contribuir com o controle e prevenir a contaminação e proliferação do vírus. Um cenário difícil de imaginar, se não fosse verdade. Empresas fechadas, comércio em desespero, escolas paralisadas, a implantação forçada da cultura do home office, uma sociedade com máscaras e insegurança generalizada.

É fato que toda essa mudança, deixará cicatrizes profundas. Mas qual a relação entre a pandemia e a mobilidade elétrica? E porque a mobilidade sustentável está em alta neste momento?

Simples, ainda que o foco não seja a preocupação com o aquecimento global, a mobilidade urbana sustentável ganhou novos holofotes. Desta vez, pela busca de ar livre de contaminação, evitando a aglomeração do transporte público, mais pessoas estão optando por transportes alternativos, para realizar as atividades necessárias no dia a dia. É aí que o cenário muda.

Segundo a pesquisa, realizada pela Aliança Bike, a perspectiva neste setor é otimista, pois embora tenham enfrentado dificuldades nestes primeiros meses, boa parte dos entrevistados acreditam que a bicicleta será a principal solução para o deslocamento das pessoas na cidade. Outro ponto positivo, apontado na pesquisa, foi o reconhecimento de oficinas de bicicletas como serviços essenciais em alguns estados, que permitiu o pleno funcionamento neste período de crise, com aumento na procura deste tipo de serviço. Confirmando a hipótese de que as pessoas estão abertas a adotar a bicicleta como uma opção de mobilidade.

Embora seja uma boa perspectiva de crescimento, o processo é lento e a retomada ainda depende de diversos fatores. Por este motivo, os empresários precisam ser resilientes e atentos às mudanças. De acordo Marcos Fortuna, CEO da empresa Two Dogs Elétricos, atuante na distribuição de bicicletas, skates e patinetes elétricos há mais de 10 anos. O cenário pode ser favorável, mas é hora de organizar as empresas, planejar novas estratégias e não temer a crise. Com o fechamento compulsório, de diversas lojas físicas, durante a quarentena, a Two Dogs precisou driblar as dificuldades e se adaptar ao novo cenário rapidamente. 

Direcionando parte de seu estoque de distribuição para a venda no e-commerce, percebendo um aumento nas vendas durante este período. A distribuição de produtos, para parceiros com lojas virtuais, neste mesmo período,  também surpreendeu a equipe. Que já se prepara para novas oportunidades, prevendo mudanças da sociedade, suas necessidades, o consumo e as dificuldades que surgirão no pós a crise.

O fato é que com o fechamento de muitas lojas físicas e shoppings centers, por tempo indeterminado. Uma parcela, cada vez maior, de consumidores partirão para o mercado online, em busca de produtos e serviços que atendam suas necessidades, sejam elas por impulso ou não. 

Mobilidade, transporte alternativo, bicicletas, serviços e equipamentos para este nicho de mercado estão em alta, que tal apostar?!

Esse conteúdo foi útil pra você?

Deixe nos comentários sua dica, sugestão ou fale com nossa equipe!😉

Carrinho de compras

close
Open chat
Precisa de Ajuda?

Sign in

close

Sidebar